Laser para pele negra: entenda os riscos

1

A pele negra pode manchar se o tratamento a laser não for recomendado e efetuado de forma correta.

Quem tem a pele negra deve tomar muito cuidado com tratamentos a laser. Como a pele mais escura possui maior quantidade de melanina, ela se torna mais sensível a alguns tipos de laser.  A energia deles age diretamente nessa proteína. Com isso, há o risco de aparecerem manchas e queimaduras na pele. O laser produz um calor que se não for controlado, pode queimar qualquer tipo de pele, principalmente a negra. E no caso de manchas ou outras sequelas, o tratamento é muito difícil.

Então, o ideal para quem tem pele negra é buscar tratamentos e alternativas ao laser. Para tratar manchas na pele existem outras alternativas eficazes como o peeling de cristal. Junto com máscaras clareadoras, o peeling uniformiza o tom da pele com grande eficiência. Mas é necessário o uso constante do filtro solar para garantir os resultados.

Alguns tipos de lasers em fluências (nível de energia emitida e concentrada na pele) mais baixas também podem ser eficazes. Mas isso vai depender do tratamento e da orientação de um profissional.

Tratamentos para a pele negra

Para rejuvenescer

Para o tratamento rugas e flacidez sem riscos vai depender do tipo de laser utilizado e de uma fluência segura. Hoje em dia alguns aparelhos usam água como agente, como por exemplo o laser fracionado de CO2. Com isso, eles provocam uma evaporação rápida permitindo a desorganização das células cutâneas. Ao reorganizar esses tecidos, o organismo estimula a formação de colágeno na área afetada, melhorando o aspecto das rugas.

Depilação tranquila

Para a depilação a laser, o procedimento já é um pouco mais seguro já que a direção do laser é bem precisa. O laser de YAG por exemplo, é muito usado para depilação no comprimento de onda de 1064, segue o pelo como guia e distribui o calor na pele, preservando a melanina. O laser de Diodo também é recomendado, pois tem uma segurança maior para a pele negra com ponteiras resfriadas e um tempo de relaxamento térmico maior. Ele foca somente no pelo e preserva a pele escura ao seu redor. Como a pele negra é mais propensa à foliculite, a depilação a laser é muito indicada.

Dicas

Antes de optar por um tratamento a laser, siga essas dicas:

  • Procure um médico e uma clínica indicados por pessoas de confiança
  • Informe-se sobre tudo referente ao tratamento: as sessões, possíveis reações indesejadas, sobre os benefícios e cuidados necessários
  • Manchas, na maioria das vezes podem ser tratadas com peelings e em alguns casos, não vale o risco do laser
  • Garanta resultados seguros: por pelo menos sete dias antes do início do tratamento, não se exponha ao sol e interrompa o uso de ácidos
  • Nunca se submeta a um tratamento com laser se a pele estiver bronzeada
  • Após o procedimento, jamais se esqueça de usar o protetor solar e hidratantes
  • Se formar casquinhas na área tratada não remova. Deixe que caiam naturalmente
  • Corra de anúncios e promoções divulgadas em jornais, revistas ou sites de compras coletivas para evitar o risco de encontrar um profissional que não seja médico para realizar o procedimento
Compartilhe:
Dê sua nota:
RuimMais ou MenosRegularLegalAdorei! (votos: 3, média: 5,00 de 5)
Loading...

1 Comentário

Deixe um comentário