Gluteoplastia: cirurgia para aumentar e modelar o bumbum

0

A cada ano aumenta a procura pela a gluteoplastia, a “plástica do bumbum”. Saiba mais sobre esse procedimento.

A lipoaspiração e a mamoplastia de aumento são os procedimentos cirúrgicos mais requeridos pelas mulheres. Porém, intervenções direcionadas para outras áreas do corpo estão ganhando destaque. É o caso da gluteoplastia, que em 2014 cresceu cerca de 86%, de acordo com a ASAPS, American Society for AestheticPlasticSurgery.

A região glútea é uma das áreas do corpo mais valorizadas, além de ser uma das características mais marcantes das brasileiras. Porém, ainda existem muitas mulheres que desejam não só aumentar, mas também remodelar a forma estética e deixa-la mais proporcional ao corpo.

A apresentadora Ana Maria Braga e a cantora Valesca Popozuda já recorreram à cirurgia, fato que ajudou na popularização do procedimento no Brasil. Além disso, celebridades como Jennifer Lopez e Kim Kardashian, que possuem o bumbum mais volumoso, funcionam como referência para mulheres do mundo todo, inclusive nos Estados Unidos. Na terra do Tio San, a realização da gluteoplastia cresceu cerca de 58%, entre os anos de 2013 e 2014, segundo dados divulgados pela Sociedade Americana de Cirurgia Plástica Estética.

Técnicas utilizadas na gluteoplastia

Cirurgia plástica: gluteoplastia

Os métodos utilizados na cirurgia plástica dos glúteos podem ser combinados, dependendo da especificidade do caso. As técnicas utilizadas são:

  • Enxerto com gordura
  • Aumento com prótese de silicone
  • Lipoaspiração

Nos casos de preenchimento com gordura, o material é retirado da própria paciente, geralmente, na região abaixo do umbigo ou na parte lateral interna do joelho. O cirurgião plástico, levando em consideração a necessidade do paciente, irá decidir qual a melhor técnica a ser utilizada.

Nas situações onde a mudança exige um volume maior, o especialista opta por aumento com próteses de silicone. Quando se trata de alterações menores, a lipoaspiração seguida por uma lipoenxertia é o procedimento mais indicado.

A região do glúteo não tem uma pele tão fina quanto a mama. Por ser menos elástica e possuir a camada muscular e a adiposa mais grossa, não permite uma grande variedade de formatos e tamanhos.

Gluteoplastia: cuidados pós-operatórios

Alguns cuidados são essenciais após a gluteoplastia. Muitos cirurgiões plásticos solicitam que as pacientes durmam de bruços por uma semana, mas não é uma regra. Geralmente, a pessoa que passa pela cirurgia não sente dores e o tratamento é feito com analgésicos e relaxantes.

Vale ressaltar que alguns movimentos ficam um pouco mais restritos nos primeiros dias e é possível ocorrer a drenagem de um pouco de líquido, por conta da incisão. Exercícios físicos podem ser retomados em dois meses, na maioria dos casos, e o paciente deve esperar 3 meses para tomar sol. A paciente também não poderá mais tomar injeções na região, pois existe o risco de perfuração da prótese.

De 4 a 7% das pessoas que realizam a cirurgia plástica, apresentam contratura capsular nas próteses, nesses casos é preciso trocar o material. Vale ressaltar, que essa condição é particular de cada paciente e tem pouco incidência.

Antes de se submeter a qualquer procedimento cirúrgico procure um cirurgião plástico de sua confiança, que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e que tenha referências. Lembre-se que toda cirurgia, inclusive as estéticas, envolvem riscos. Por isso, devem ser realizadas com bom senso, cuidado e responsabilidade.

Compartilhe:
Dê sua nota:
RuimMais ou MenosRegularLegalAdorei! (votos: 2, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe um comentário